Depois das trovoadas e tempestades, chega a “bonança” no bairro da união

Governo do Amazonas vai investir R$ 12 milhões em obras no igarapé do Bindá

Já não era sem tempo que uma “boa alma” desse o ar de sua graça depois das (quase) catastróficas chuvas que ano após ano têm deixado boa parte dos moradores do bairro da União no mais aflitivo desespero. Demorou anos – décadas, quem sabe – para aparecer. Mas apareceu, para surpresa de todos, ainda que às véspera da definição de nomes que concorrerão às eleições de outubro vindouro.

Na semana passada, depois da chuvarada de 83,1 mm – o esperado era de apenas 19 mm -, ocorrida no domingo, 30 de março, eis que aparece no bairro da União, no local de maior incidência de alagamento, o Excelentíssimo Senhor Governador do Estado do Amazonas, Doutor Eduardo de Souza Braga (tudo no alto).

Os moradores do bairro gostaram da presença do governador, que se fez acompanhar por uma procissão de assessores “mui preocupados com a situação dos cidadãos daquele bairro da zona centro-sul”.

Os moradores gostaram e o Dudu também, é claro. Afinal, por causa dessa visitinha de médico, ele vai levar, certamente, uma boa penca de votos para desespero do prefeito Sarafa, que não deu a mínima para a aflição daquela gente humilde que não pode ouvir um trovão e já prepara as trouxas para livrá-las das águas.

No bairro da União, no dia 1º. de abril – nada de mentira – Eduardo Braga, revelou que o Governo do Estado vai investir R$ 12 milhões em obras de urbanização e alargamento do leito do igarapé do Bindá, no bairro da União, além da desapropriar casas que estão em área considerada de risco. Braga disse, ainda, que a segunda fase do Prosamim, que contemplará os bairros da Glória, São Raimundo e Presidente Vargas está prestes a ser iniciada, porque o financiamento já saiu.

Braga deixou claro que as obras vão ser realizadas rapidamente para proporcionar melhores condições de vida aos moradores.

“Na próxima semana, as equipes do governo vão iniciar o cadastramento das famílias que vão ser retiradas da área”, anunciou Braga, destacando que serão retiradas casas apenas de uma das margens do igarapé, que vai ser alargado em 9 metros para dar maior vazão às águas.

O governador disse, ainda, que o projeto de engenharia da obra já está pronto e só falta fazer o processo de licitação, o que deverá ocorrer nos próximos dias. Segundo ele, no primeiro momento as obras vão ser realizadas em 1050 metros do igarapé, no trecho considerado de maior risco.

Falando em nome da comunidade, o presidente da Associação dos Moradores da área, Francisco Neto, destacou a importância da iniciativa do governo do Estado e disse que há 10 anos a área sofre com os problemas da alagação.

“Acreditamos que agora, com a intervenção do governo do Estado, as famílias vão deixar de sofrer com os problemas das alagações, porque as obras vão proporcionar mais segurança a todos”, afirmou.

Deixe um comentário

Filed under Cidades

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s