MPF denuncia envolvidos na Operação Gourmet

Ações penais são resultado da Operação Gourmet, deflagrada pela Polícia Federal em março

O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) ofereceu esta semana duas denúncias à Justiça Federal contra 11 envolvidos em organização criminosa que operava no tráfico internacional de drogas, adquirindo carregamentos de cocaína em Letícia, na Colômbia, para distribuição nos estados do Amazonas, Pará e Maranhão. As ações penais são resultado da Operação Gourmet, deflagrada pela Polícia Federal (PF) no último dia 4 de março.

Na primeira denúncia, J.F.P.F., J.F.S.P., F.P.S.G., I.A.S. e E.G.A.F. são acusados de homicídio, tortura, ocultação de cadáver, e associação para o tráfico internacional de entorpecentes.

De acordo com o MPF/AM, a sessão de tortura e a morte de Kleber Barros Raiol, vulgo “Careca”, teriam acontecido em razão de ordens passadas por J.F.P.F, via celular, de dentro da Penitenciária Raimundo Vidal Pessoa. Kleber era cozinheiro da embarcação denominada “Oliveira”, que, em 4 de agosto do ano passado, vinha de Tabatinga (AM) com mais de 60 quilos de cocaína. Quando a embarcação passava por Manacapuru (AM), J.F.P.F e I.A.S. foram presos com cerca de 16 quilos da droga, ao descarregarem o entorpecente em um bote.

O restante da droga, que vinha escondido sob o estoque de frangos dentro do freezer da embarcação, teria sido retirado por Kleber, que, de acordo com depoimentos, só detinha propriedade efetiva de 2,5 kg (dois quilos e meio) da cocaína.

Deixe um comentário

Filed under Cidades

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s