Como nascem as coisas boas

O disputadíssimo comércio que dá ao bairro vida própria 24 horas despertou na comunidade a vontade de viver no P.10

O bairro nasceu na década de 50, mas o conjunto Castelo Branco tem pouco mais de 30 anos. Trata-se do bairro do Parque Dez, na zona Centro-Sul, que embora ainda apresente sérios contrastes sociais, com índices preocupantes de roubos e pequenos furtos, a comunidade, hoje, tem motivos de sobra para comemorar. O bairro saiu da lista negra da violência que manchou sua reputação nos últimos 5 anos e caminha em direção ao que é bom. Para isso, entretanto, muita gente ainda anônima, teve que descruzar os braços, arregaçar as mangas e trabalhar com afinco para tirar um dos mais tradicionais bairros da cidade da contramão da história.

Um desses anônimos foi Gilmar de Oliveira Nascimento, hoje vereador da base aliada do prefeito Serafim Corrêa. Gilmar que está em seu segundo mandato lembra que não foi fácil montar um perfil para o Parque Dez que agradasse moradores e visitantes.

O disputadíssimo comércio que dá ao bairro vida própria 24 horas, com seus salões de beleza, supermercados, motéis, lanches, restaurantes, pizzarias, bancos, centro de saúde, feiras, escolas despertou na comunidade a vontade de viver no bairro. Mas Gilmar conta que nem sempre foi assim. “A onda de violência obrigou várias famílias a vender suas casas e procurar lugar mais seguro para morar”, lembra.

Para Gilmar Nascimento, que cresceu no bairro, a violência, também, estava relacionada à falta de opções de lazer da juventude com idade abaixo dos 18 anos e na ocupação dos espaços ociosos.

Ele conta que não existia lugar para lazer, muito embora o bairro dispusesse do maior centro de convivência da cidade, que é o Centro Social Urbano e o Parque Municipal do Mindu, a maior reserva ecológica dentro do perímetro urbano de Manaus. “De pouco adiantava o CSU porque ele estava constantemente fechado e não havia intimidade entre a comunidade e o parque do Mindu”.

Intimidade comunitária

O primeiro passo foi, ainda sem mandato, fazer o que ele chama de “animar a moçada”. “Eu resolvi partir para o entretenimento através da promoção de eventos esportivos, sociais e de shows inteiramente gratuitos. Deu certo. A inter-relação entre comunidade e bairro foi surpreendente, espontânea e com muita dinamicidade”, relembra.

O envolvimento com a comunidade e suas expectativas, também, é lembrado como uma espécie de dínamo social, transformado mais tarde em plataforma política que o levou ao parlamento municipal onde, segundo ele, foi mais fácil trabalhar para transformar o Parque Dez no que ele é hoje.

“O bairro era tão esquecido que alguns locais eram chamados, por exemplo, de “sovaco da cobra”, “buracão” e assim por diante. Um bom exemplo da transformação foi a construção de uma quadra de esporte no local do buracão, além das praças construídas nas áreas abandonadas do conjunto”, conta.

Quanto ao CSU, ele fez questão de lembrar que, além de se manter fechado para a comunidade, o ambiente era frio e sem vida. “Nós transformamos aquele lugar na melhor área de lazer de Manaus. O CSU é escola e lazer para crianças e atividades esportivas e sociais para todas as idades em qualquer horário”.

O bairro

O Parque Dez é hoje um bairro que concentra grande atividade comercial sem prejudicar seu aspecto residencial de alto padrão econômico. A comunidade é atendida por agências bancárias, casa lotérica, restaurantes, casas de show e toda a infra-estrutura básica proporcionada pelo poder público. Possui escolas públicas e particulares, uma delegacia especializada, a Delegacia da Mulher, e uma efervescente vida cultural e noturna, como pode ser notada na praça do Caranguejo, no conjunto Eldorado.

A Rua do Comércio, no conjunto Castelo Branco, concentra a maioria das lojas e serviços do bairro, mas em todo o perímetro do logradouro pode ser encontrado algum estabelecimento comercial. O Parque Dez faz de sua vocação econômica a principal razão para receber tantos visitantes de outras localidades, que buscam no bairro os serviços de restaurantes e outras atrações proporcionadas pelas empresas instaladas na região. O bairro está próximo de grandes shoppings centers e é servido por variadas linhas de transporte coletivo, que se dirigem para todas as direções da cidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s