Território Amazonense – por Félix Valois

Em termos de perda de território, o Amazonas virou saco de pancadas.

Primeiro foi o Acre que abocanhou parte da área sul e sudeste do Estado, levando para si imensa extensão de terras.

Dizem que agora o Pará, vendo o exemplo, também quer dar sua beliscada e vai em busca de avançar para oeste suas fronteiras.

Que reflexões nos são impostas por esses fatos?

De pronto, o abandono a que sempre esteve relegado o interior, principalmente nas regiões mais longínquas, onde o braço do poder central não consegue alcançar e muito menos se fazer presente.

Principalmente depois que a zona franca inchou Manaus, transformando-a em cidade-estado e atraindo, como nunca antes, o fluxo migratório, as populações ribeirinhas se viram relegadas a uma deplorável situação, tanto mais condenável quando posta em comparação com o “progresso” da capital.

Depois, é impossível deixar de levar em conta a apatia de nossos representantes políticos que, até hoje, não deram a mínima explicação para o que vem acontecendo, como se tudo fosse a coisa mais natural do mundo.

Não o é. E na afirmativa não vai qualquer laivo de bairrismo, conquanto este, por si só e em termos absolutos, não possa ser tido à conta de ridicularia.

Importa observar que deveria ser inato o sentimento de manutenção da integralidade de nosso território, até porque, como não escaparia ao mais desatento dos observadores, nele é que se construiu a nossa história e esta, gostemos ou não, há de fazer parte de nossa vida e de nossa cultura.

Dir-me-ão os pachorrentos críticos: acreanos ou amazonenses, todos continuarão a ser brasileiros. É verdade indiscutível e longe de mim opor qualquer reparo a tão sábia conclusão.

Digo apenas que, mais uma vez, mostramos fraqueza e, na melhor das hipóteses, manifestamos soberba indiferença pelos destinos de nossa terra. Isso, também e salvo melhor juízo, é verdade.

De minha parte peço que, pelo menos, deixem aqui o Fast Clube, certamente campeão quando estas mal traçadas vierem a lume.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s