Centro histórico transformado em feira

O Camelódromo é um projeto sonhado por todos aqueles que passaram pela administração municipal, mas nunca saiu do papel

A praça da Matriz e seus arredores sempre foram ocupados por ambulantes, oferecendo aos transeuntes mercadorias de todas as variedades e procedências. Mas agora outro tipo de camelô está se apossando das calçadas para oferecer frutas, verduras e até peixe, transformando, assim, a paisagem urbana, e histórica, em um ambiente de mercado. Locais que guardam as lembranças do período áureo da borracha, como o porto de Manaus, o relógio municipal e o prédio da Alfândega dividem o cenário com uma algazarra de barracas que impedem o livre fluxo das pessoas.
A ocupação da Praça da Matriz tem a conivência da prefeitura de Manaus, que empresta a marca da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semaga) para enfeitar cada uma das centenas de barracas que atulham as calçadas. Os fiscais da secretaria estão presentes no local, mas nada fazem para evitar que o patrimônio histórico, que é o retrato vivo da história da cidade, fique livre para visitação de turistas e moradores da cidade.
A situação é tratada com desleixo pela prefeitura, uma vez que durante sua campanha para prefeito, em 2004, Serafim Correa prometeu resolver o problema dos camelôs, criando para eles uma área específica. O Camelódromo é um projeto sonhado por todos aqueles que passaram pela administração municipal, mas nunca saiu do papel, para desencanto dos ambulantes que precisam de um local para trabalhar e sustentar suas famílias.
A falta de vontade para resolver a situação dos ambulantes se associa ao crescimento demográfico de Manaus, pois a cidade recebe mais moradores a cada dia, e estes, quase nunca encontram emprego no mercado formal de trabalho. Como opção de fonte de renda, parte dessas pessoas tem de trabalhar como camelô, ocupando assim os espaços da praça da Matriz, cujas calçadas ficam intransitáveis para os pedestres usufruírem da importante área verde localizada na área central da cidade.
A Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento tem por finalidade fiscalizar a utilização de feiras e mercados municipais, planejar, coordenar e executar as ações da prefeitura de Manaus nas atividades agropecuárias no município. A Semaga atua também no desenvolvimento e incentivo de práticas e conservação de recursos renováveis e de pesquisa para favorecer empreendimentos da indústria de pecuária, aqüicultura e de agricultura familiar.
O jornal Repórter tentou entrar em contato com a Semaga para ouvir as explicações do secretário sobre o assunto, mas não recebeu nenhuma resposta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s