Estado já acumula dívida de R$ 1 bilhão

Segundo Figueira, endividamento do Estado ocorre exatamente no momento que o seu o orçamento cresce “enormemente” e supera a cifra dos 7 bilhões

O deputado Ângelus Figueira (PV) tributou como mentirosas as declarações do secretário de Estado da Fazenda, Isper Abrahim, ao declarar que a dívida do Estado, correspondente a R$ 1 bilhão foi herdada de governos anterior a 2003.
Ao contrário do que afirmou Isper Abrahim, o parlamentar assevera que a dívida de R$ 1 bilhão é uma vergonha e que a mesma foi contraída pelo governo Eduardo Braga. “A nota do secretário sobre o endividamento do Estado é uma vergonha, é mentirosa. O endividamento é fruto de empréstimos obtidos para construção da ponte sobre o Rio Negro e o Prosamim”, ressalta. “E veja que não estamos falando do endividamento no varejo, de financiamentos aprovados pela Assembléia Legislativa do Estado (Ale)”, completa.
De acordo com o deputado oposicionista, o que é mais vergonhoso e triste em toda essa situação é que o endividamento do Estado ocorre exatamente no momento que o seu o orçamento cresce “enormemente” e supera a cifra dos 7 bilhões.
Segundo Ângelus Figueira, é inadmissível que em época de “vacas gordas” o Estado tenha contraído dívida de tamanha proporção, embora o secretário de Fazenda afirme que os cofres públicos estão em situação bastante confortável. “O que nos preocupa é não saber o que ainda virá mais adiante”, pondera.
Ainda na entrevista concedida ao REPÓRTER, o parlamentar comentou sobre um possível caos na educação, e disse que em relação ao resultado do Enem, o Amazonas só ficou em penúltimo lugar por causa das escolas particulares e acrescentou: “se dependêssemos das escolas públicas, que são administradas com o nosso dinheiro pelo governo do Estado, seríamos o último da fila. O Amazonas é um Estado rico, com a terceira melhor receita per capta dos estados brasileiros, mas a saúde é um verdadeiro caos, número 1 em malária, em tuberculose e com um crescimento da dengue em mais de 800%”.
Além das críticas à gestão estadual, consideradas por ele como péssima, Ângelus Figueira disse lamentar que o governador Eduardo Braga tenha se calado diante de tantos escândalos que depõem contra ele próprio e o Amazonas, como se tudo não passasse de meras fantasias de 1º de abril.
“É constrangedor o silêncio do governante do Estado diante dos escândalos, do caos na saúde e na educação. Como é pródigo em propaganda, o governo precisa fazer palestra para meia dúzia de pessoas no exterior para depois chegar, aqui, dizendo que pegou financiamento desta ou daquela instituição. O silêncio do governador é lamentável”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s