Pise na grama… ela é sua! – Anhanguera

Cenário: parque dos Bilhares à noite. De repente começa a chover fino. Colhido de surpresa pela garoa que engrossava pouco a pouco, um senhor com cerca de 70 anos de idade desistiu da caminhada que fazia e tentou retornar ao estacionamento onde outros familiares o aguardavam dentro de um carro. Só que, ao fazer isso pra cortar caminho, aquele senhor idoso cometeu um “pecado mortal”: pisou na grama e…tcham-tcham-tcham-tcham! O guarda viu!
E se pecou, quase foi esfolado vivo pelo “crime” cometido. O tal guarda municipal fantasiado de tajá em uma farda verde foi-lhe ao encontro, gritando-lhe: “Hei velho, não sabe que é proibido pisar na grama? Não ta vendo a placa?” O velho tentou argumentar: “- Como é que eu ia reparar na placa à noite e debaixo de chuva, meu filho?” Não satisfeito, o guarda tampinha e barrigudo não se deu por vencido, retrucando: “- Ora, você podia dar a volta pela calçada!”
Nisso, o velho que já estava fora da grama, preferiu sair dali sem maiores problemas. Depois disso, há mais de um mês não retorna àquele “espaço público” pra fazer suas caminhadas, com receio de ser novamente cerceado em seu sagrado direito constitucional de ir e vir, mesmo que não pise na maldita grama, pois certamente o esbirro do prefeito ficará “de marcação” com ele.
Não somos advogados daquele velho. Sequer o conhecemos. Mas testemunhamos o fato e teceremos considerações a respeito. Afinal, é pra isso que a Imprensa existe. Não é só pra puxar saco de político não. Então, vamos ao que interessa!
Como já se disse, todo e qualquer brasileiro em pleno gozo da sua cidadania, tem o direito de ir e vir livremente em qualquer espaço público. As Constituições, Brasileira, Amazonense e Manauara garantem isso e não vão ser guardinhas, prefeitões carecas, administradores de parques e muito menos plaquinhas, que cercearão ou impedirão isso. Caso aconteça, caso alguém tente fazê-lo, será crime contra os direitos básicos do cidadão. É crime passivo de processo, cujas penas para os infratores irão da prestação de serviços comunitários punitivos à detenção, mais pesada indenização por constrangimento ilegal, ou por danos morais, a ser paga pelo ofensor ao ofendido.
Portanto, saibam pintores de placas ilegais, guardinhas, despreparados administradores de parques e autoritários prefeitões carecas, que em nenhum trecho dos textos das Cartas Magnas do Brasil, do Amazonas, ou de Manaus, está escrito que um cidadão não possa pisar na grama em locais públicos e abertos ao público. Até mesmo se alguma besta ditatorial cismasse de criar uma lei idiota dessas ela teria que ser introduzida na Constituição Municipal através de emenda específica. E uma emenda dessas, simplesmente não poderia ser aprovada porque feriria às Constituições do Amazonas e a Federal, que garantem aos cidadãos o sagrado direito de ir e vir. Nem Hitler ou Stalin tentaram isso e não seria em Manaus que uma aberração dessas iria “colar”!
Vai daí, guardas municipais de todos os parques de Manaus, são obrigados e devem garantir aos cidadãos o direito deles pisarem na grama. E nada de darem uma de “ortoridade”, enchendo o saco de quem quer que seja. E isto vale não só para guardinhas, mas igualmente, para pintores de placas, administradores de parques e principalmente, para prefeitões carecas e seus aspones puxa-sacos.
Na verdade mesmo, a obrigação do prefeitão careca seria chamar o secretário da Sedema e o chefe da Guarda Municipal e determinar que ambos reúnam seus esbirros – guardinhas, guardetes, garis e demais funcionários que trabalham em parques (ou os que fingem trabalhar) – para instruí-los acerca das leis básicas, dos direitos que elas garantem aos cidadãos e até mesmo, do sagrado direito que todos os cidadãos têm de pisarem na grama! Ou por que têm tanto cuidado com a grama? Será que há tanta gente assim na cúpula da administração municipal manauense tentando preservar os gramados para neles, pastarem melhor?
De resto, parque público não é campo de concentração e muito menos, guardinhas são algozes. Cada guardinha, deve ser instruído a entender que o chefe deles não é o diretor da Guarda Municipal, nem o secretário da Sedema, muito menos o prefeito, mas sim, o cidadão. O povo é que é o “patrão” deles. Então, pintores de placas, administradores de parques, guardinhas e prefeitões têm que engolir esse tipo de “sapo” simplesmente porque são PAGOS PRÁ ISSO PELO POVO e se não gostarem disso, MUDEM DE PROFISSÃO e vão vender bosta de boi nas feiras livres!
Em qualquer lugar do mundo, parque é parque. É coisa do domínio público. É lugar pra caminhar (mesmo sobre a grama), pra tomar sol (mesmo de “top less”), pra fazer física (mesmo de sunga ou biquíni), pra usar os aparelhos que houver (gente de toda a idade), pra namorar (mesmo com esfregação e bolinação) e os prefeitos e seus aspones, têm mais é que providenciar a conservação e manutenção desses espaços públicos desimpedidos e livres para uso da população.
Quanto à função dos guardinhas, é apartar brigas, evitar assaltos, impedir depredação e furto do patrimônio público, prestarem informações quando solicitados, ajudar ou socorrer pessoas mesmo sem serem solicitados, agirem educadamente e não se meterem na vida de ninguém, nem atrapalhar namoro alheio. Muito menos pra darem “lição de moral”, que nem eles nem ninguém têm.
Afinal, guarda é guarda, gari é gari, administrador de parque é administrador de parque, prefeito é prefeito e todos juntos, são funcionários públicos, são empregados do povo, são servidores e serventes do povo. Não são carrascos, nem feitores, nem inquisidores do Santo Ofício. De quebra, não são melhores que ninguém e têm mais é que RESPEITAR o povo. Senão, levam é porrada da Imprensa, ou são processados e vão pagar caro por isso.
Resumindo: Praças são do povo e o povo pode pisar na grama sim! A Constituição garante isto!
Quanto ao resto, prefeitos e guardinhas, que vão pro inferno que é o lugar deles!”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s